Como abrir firma

Para abrir firma com muita facilidade siga os passos a seguir

Os proprietários de empresas no Brasil iniciam seus grandes projetos a partir de grandes ideias e com isso passam a abrir a sua empresa . Quando se existe um caixa, uma reserva financeira para que esse projeto seja concretizado, é algo muito relevante.

Por isso, para quem se interessa fazer um investimento nessa ideia, fazendo com que ela saia do papel e se concretize, é importante que se pense em todos os fatores preponderantes para a abertura da firma .

O empreendedor precisa ter pleno entendimento dos pós e contras na abertura da firma  que dependendo do segmentos a ser trabalhado terá determinados pós e contras, como o contingente de prospectos ou da carência de mercado.

É por isso que sempre é necessário um bom planejamento para que se possa, como competência, abrir a firma . Isso, pois um bom planejamento não gerará sustos no decorrer da empresa.

Para abrir firma você precisa, também, estar preparado para encarar questões burocráticas centrais para poder regulamentar a sua empresa de forma cabível e correta dentro das questões legais do Brasil. A emissão de documentos e o enquadramento em questões legais, não é só uma obrigação, como credibiliza a gestão empresarial da sua empresa.

Confira, então, as dicas que temos  para dar para você quer quer abrir uma firma .

  • Emissão de documentação e registro da empresa

Primeiramente, você precisa saber que trabalhará sendo uma microempresa ou uma empresa de porte maior. Você pode, também, ser um microempreendedor individual. Essa definição é importante para saber qual o processo burocrático no qual você irá passar para a abertura da sua firma .

Vamos e convenhamos, burocracia não é legal e se pudéssemos evitar algo nesse processo, sem sombra de dúvidas evitaríamos essa etapa. Entretanto, é obrigatória que empresa passe por esse “martírio”.

Mas não quer dizer que esse processo é chato que não podemos o agilizar e isso acontece por eficiência e não por dar um jeitinho e ir empurrando as coisas para debaixo do tapete. Isso é possível caso você, com antecedência, se informa quanto a documentação será necessária, bem como a agilização da retirada de tais documentos.

Ir atrás, previamente, de escritórios jurídicos e contábeis é fundamental para se inteirar com tais informações burocráticas.

 No processo de registro entrará a questão contratual, já que para a abertura da empresa  todas as informações precisam estar detalhadas, isso para que qualquer omissão de informação (seja proposital ou por distração e negligência) possa, num futuro, prejudicar a empresa como um todo.

Então, procure sempre separar aqueles documentos que são sempre usados, como: CPF,RG, documentação do imóvel onde ficará a empresa, com todas as informações da pessoa jurídica e das físicas envolvidas no negócio, tanto do empresário como dos seus sócios. Todos esse documentos, é ideal que esteja com as devidas cópias normais e autenticadas.

Contrato feito, acordado e assinado, é importante que vá para o cartório de pessoa jurídica e a junta comercial da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top